Como não sou como a comum das mulheres na casa dos 30, sem falsas modéstias sei que sou gira, inteligente, boa, divertida e amiga. Sou também mázinha, crítica, impulsiva, instável, insana. . Sou uma verdadeira Borderline.

.posts recentes

. Iva Domingues ou....a tri...

. Estou de volta!

. Finalmente o início da di...

. Vou começar a dieta do dr...

. Dicas para escrever melho...

. O meu baby. Lindo, não?

. Para ti, meu tesouro:

. O nascimento do bebé:

. O primeiro dia do resto d...

. A tão esperada alta médic...

.arquivos

. Novembro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2008

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

Dicas para melhor nos safarmos a comprar roupinhas para o futuro bebé:

 

Quando comecei pela primeira vez à procura de roupas para o bébé deparei-me com uma quantidade abismal de  Tamanhos e Roupas, variáveis de marca para marca, por umas representradas com tamanhos iguais aos meses do bebé, noutras iguais aos centimetros como é o caso da C&A e da H&M.

Sozinha, como é que eu iria conseguir comprar alguma coisa de útil sem cair nos exageros de Compras em demasia, podendo cair no risco de ter depois roupas que o Santigo nem chegará a estrear, por serem demais no tamanho pequenino e faltarem-me outras para o tamanho de 3 meses (ou 62 centimetros)?!

Uma vez mais servi-me das minhas incursões pela internet e pelos livros para aprender alguma coisa...

 

 

  • O que aprendi até agora:

 

Não é preciso comprar muitas roupas do tamanho 50 (recém-nascido) porque as pessoas, de um modo geral, oferecem roupas desse tamanho e o bébé pode nascer com um tamanho acima. Não só geralmente se recebem de presente, como também deixam de servir muito rapidamente.Por isso, deve-se comprar o indispensável que a maternidade pede.

Eu começei ontem a aproveitar os saldos para comprar a roupa, não só para o nascimento como tambem até cerca dos 6 meses. No meu caso, se o bébé vai nascer em finais de Abril ou mesmo nos primeiros dias de Maio, logo tenho de ter o cuidado em escolher as roupas adequadas para essa época, visto que os saldos actuais são de roupas de Inverno. Com 3 meses estaremos em pleno Agosto e aos 6 meses em Novembro, e é por estes dois tamanhos e estações (Verão e Outono) que me estou a guiar agora, na minha aventura nova, a das compras enquanto futura super-mamã!!!!

Não vou comprar um casaco 50 quente, porque depois de Abril vem o Verão e nunca será usado e será demasiado pequeno para o próximo Inverno. O ideal é comprar uns básicos como calças e/ou macacões de sarja ou ganga e camisolas de manga comprida primaveris. Nem sequer compro babygrows porque toda a gente me ofereceu isso em cores diferentes no Natal.

Peças de roupa que toda a gente se esquece de oferecer: meias (e não falo de botinhas) e roupa interior (babygrow ou peças separadas calça+camisola).

 

 

Babetes:

Comprar babetes com velcro e não com atilho, porque segurando o bébé, consegue-se sempre com uma só mão colocar a babete, enquanto que com as babetes de atar precisamos sempre de duas.

As babetes que se bordam a ponto cruz ficam muito bonitas, mas de prático não tem nada. A zona bordada é sempre um pouco áspera para se limpar o bébé. É preferível apenas as de feltro e guardar as bordadas para um evento mais especial. Vou bordar o meu primeiro babete azul, que comprei hoje numa retrosaria do Dolce Vita tejo e depois posto aqui para verem como ficou!!! Hehehe!

Será que ainda te safas no ponto de cruz, mamã Moky???


publicado por Moky às 20:20

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds